Repsol

Logo Repsol

Ruta

Esta descoberta vem reforçar o grande potencial desta zona

Repsol realiza uma nova descoberta em águas de Serra Leoa

  • A Repsol participa com 25% no consórcio descobridor, conjuntamente com Anadarko (55%) e Tullow Oil (20%).
  • A descoberta, denominada Jupiter-1, teve lugar na mesma área em que se realizaram as descobertas de Vénus B-1 e Mercury-1, o que vem reforçar o alto potencial de hidrocarbonetos da região.
  • Está prevista a realização em breve de um poço de delineação, que permitirá quantificar os recursos existentes e determinar a sua qualidade.        

Nota de Prensa

21 de Fevereiro de 2012 08:50 CET

A Repsol e os seus sócios, a companhia americana Anadarko e a britânica Tullow, realizaram uma nova descoberta de hidrocarbonetos em águas de Serra Leoa. A descoberta, no poço Jupiter-1, teve lugar numa zona que já proporcionou excelentes resultados em 2010 e 2009, o que vem confirmar o grande potencial desta região do continente africano.

O consórcio, com a participação de Repsol (25%), Anadarko (operador, 55%) e Tullow (20%), perfurou o poço Jupiter-1 no bloco SL-SL-07B-11-11, a uma profundidade de 6.465 metros e debaixo de uma lâmina de água de 2.199 metros. No poço encontrou-se uma coluna de hidrocarbonetos de 30 metros. Está previsto perfurar em breve outro poço de delineação, denominado Mercury-2, que permitirá quantificar os recursos existentes e determinar a sua qualidade.

A descoberta de Jupiter-1 veio somar-se às descobertas realizadas nos poços Vénus B-1, anunciado em 2009 e Mercury-1, de 2010, na mesma área. Trata-se de uma zona que até o momento tinha sido muito pouco explorada, e que tem vindo a confirmar a importância que pode ter para a indústria petrolífera.

Mapa de Localização

Buscador de Imprensa

Utilitários

  • Glossário

          
Confianza en línea